1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

Jardim Japonês

Quem vive na cidade, sabe o quanto a correria do dia a dia afeta a nossa proximidade com a natureza e, mesmo que pareça banal, é algo muito importante, principalmente para fugir da rotina do dia a dia.

Uma alternativa para isso é investir em jardins na própria casa, desde que isso seja viável para o espaço, para estabelecer este contato e até criar uma espécie de hobby ao cuidar das plantas – e muitos dizem que a atividade é um santo calmante.

Jardim Japonês

Jardim Japonês. Imagem:divulgação

Uma modalidade de jardim que já conquistou muitas pessoas, principalmente, por sua beleza, é o Jardim Japonês. O que mais encanta é a beleza por trás de todos os seus elementos, trazendo uma sensação de paz para qualquer um que o visita. Mas será que é possível ter isso em casa? Claro que sim! Veja como abaixo.

O que caracteriza um jardim japonês?

Culturalmente, o jardim e o paisagismo são muito importantes para a cultura japonesa com uma prática que chega até a ser uma arte devido a grandeza e exuberância que esses locais atingem. Por ser uma tradição muito forte, ela logo se espalhou pelo mundo e passou a fazer parte da paisagem de outros pontos do planeta.

Como construir um jardim japonês: dicas

Para se caracterizar como um jardim japonês, a área deve receber alguns elementos característicos da prática. Mas, calma, você não precisa de todos eles, afinal, muitas das paisagens são construídas em grandes terrenos e as casas, normalmente, possuem um quintal menor para isso. Ah, eles também são bastante usados em áreas comerciais e restaurantes.

O protagonista no jardim japonês deve ser, claro, as plantas. Mas a escolha não é aleatória, pelo contrário, elas devem ter algum tipo de significado e representar toda a beleza e aconchego que o espaço oferece. Árvores de diversos tamanhos, bambu, cerejeira e flores como lótus são sempre bem-vindas no espaço.

Jardim Japonês

Jardim Japonês. Imagem:divulgação

Outros pontos importantes e bem viáveis de ter em um jardim japonês em casa são as lanternas, a areia e cascalho. As lanternas servem, principalmente, para iluminar e orientar o caminho dentro do jardim – mas também consiste em um grande objeto decorativo. As pedras, a areia e o cascalho também possuem sua simbologia dentro do jardim japonês e você pode fazer a combinação como quiser.

Jardim Japonês

Jardim Japonês. Imagem:divuglação

A utilização de água através de fontes e as pontes também são características marcantes no jardim japonês, mas nem sempre elas são viáveis por conta do espaço disponível. Uma dica é apostar em uma escala maior desses dois elementos para que o jardim possa ficar completo.

Minha Casa Minha Vida

Por fim, nada melhor do que poder cultivar tanta beleza em sua casa própria, não é? Por isso, uma boa oportunidade para você que está sonhando com a sua é conhecer o programa Minha Casa Minha Vida. Desenvolvido pelo Governo Federal, ele pode ser utilizado tanto para área urbana quanto rural e funciona como uma linha de financiamento com vantagens de acordo com a faixa salarial familiar – sendo ela máxima de R$ 7 mil reais mensais para habitações urbanas. Já para as rurais o número é um pouco diferente, já que o cálculo é anual.

São muitas vantagens relacionadas a valores, prazo de pagamento, taxa de juros e subsídios. No total, são 4 grupos diferentes de faixa de renda e, cada um deles, tem suas especificidades. Para participar, o primeiro grupo deve recorrer à prefeitura da cidade para se inscrever no sorteio. Já as demais famílias podem procurar uma Caixa Econômica Federal e entregar toda a papelada da contratação.

Quer saber mais sobre o programa Minha Casa Minha Vida? É só acessar o site oficial e conferir todas as informações. Lá estão disponíveis os mínimos detalhes para você conquistar a sua casa dos sonhos e ter um espaço só seu para cultivar um jardim japonês.

Recomendados para você: